Minha infância… Minha vida escolar!

São muitas as lembranças da minha vida escolar. Morava em uma usina ( Usina Jaboatão) e estudava no centro de Jaboatão, numa escola privada que me traz muitas recordações. Lembro ao arrumar a bolsa e vestir a farda para esperar o carro que me levava ao educandário. Até hoje quando abro uma garrafa de coca cola sem gás, lembro do cheiro e gosto do meu lanche porque sempre levava refrigerante para a escola na lancheira e quando ia beber o gás já tinha ido embora. Desse tempo só me lembro de travessuras, visto que era um garoto muito danadinho. Certo dia, pedi para ir ao banheiro e a professora não deixou. Como estava com muita vontade de urinar, nem pensei duas vezes. Fiz minhas necessidades na sala de aula mesmo. Lembro que depois desse dia a professora passou a me escutar melhor após. Foram momentos mágicos e ao mesmo tempo instigantes.

Usina Jaboatão … Minha infância!

Depois me mudei para uma escola chamada Externato Treze de Maio. Nessa escola, as quatro turmas do ensino fundamental estudavam na mesma sala ( 1ª,2ª, 3ª e 4ª séries). Era engraçado fazer as atividades e ficar vendo os outros alunos menos e mais avançados fazerem sua atividades. Além disso, era uma única professora para atender todos os alunos. Tenho lembranças vagas desse momento, mas me recordo fortemente que não cursei a 3ª série por indicação da minha mãe e da minha professora por me achar bem avançado nos estudos. Bem não sei de onde tiraram essa idéia… Eu passei da segunda série, direto para a quarta série.

Nessa época, tudo era muito engraçado. Não me recordo de apresentar dificuldades de aprendizagem. Não tenho lembranças desse tempo. Apenas guardo na memória o caminho que fazíamos da escola para a usina Jaboatâo. Lembro das esperas para pegar o ônibus do sabor do picolé da Kibon sorvane, chamado picolino, do pirulito Dipnlik.

Depois dessa fase, estudar em escola pública e todo ensino fundamental ( 5 a 8 série) foi marcado por decisões, novidades e leituras. Foram novos amigos e principalmente desejos e desafios. No ensino médio o foco foi só o vestibular. Naquela época, ninguém tinha outro pensamento que não fosse estudar numa universidade público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *